Cultura Destinos Mundo Super Destaques

São Francisco (EUA) abre novo terminal Harvey Milk em julho

No final do próximo mês de julho, o Aeroporto Internacional de São Francisco, em São Francisco, na Califórnia (Estados Unidos), inaugura a primeira fase do novo e super moderno Terminal 1 – Harvey Milk. Quando totalmente concluído, no segundo trimestre de 2023, o projeto terá consumido um total de US$ 2,4 bilhões. Você sabe por que este terminal leva este nome e quem foi esta pessoa?

O Terminal 1 tem este nome em homenagem ao judeu estadunidense Harvey Bernard Milk (foto acima/baixada do site www.liberationschool.com), nascido em Long Island (Estado de Nova York) em 22 de maio de 1930. Milk foi um dos primeiros cidadãos assumidamente gays a ser eleito naquele país. Ele foi eleito para o cargo de supervisor (cargo equivalente ao de vereador no Brasil) na Câmara de Supervisores (Câmara de Vereadores no Brasil) da cidade de São Francisco em 1977. Filiado ao Partido Democrata, conseguiu se eleger na terceira tentativa.

Perspectivas artísticas de como ficará completamente renovado, em 2023, o Terminal 1; aqui a vista aérea e…
…e uma das entradas (imagens baixadas do site www.flysfo.com)

Milk foi um grande militante e defensor dos direitos LGBTI e das comunidades que permanecem marginalizadas ou diminuídas pela desigualdade na lei, bem como pela desigualdade social. Na vereança, ele teve um curto mandato: foi assassinado depois de pouco mais de 11 meses, aos 48 anos, em 27 de novembro de 1978. No crime o prefeito de São Francisco, George Moscone (nascido em 1929), também foi morto. O autor dos dois assassinatos foi a mesma pessoa: o ex-vereador Dan White (1946-1985).

White foi condenado a sete anos e oito meses de prisão, cumpriu cinco anos e depois de dois anos em liberdade cometeu suicídio. Ele se envenenou com monóxido de carbono na garagem de sua residência em São Francisco.

Corredores terão fotos de eventos da militância de Harvey Milk
Fachada do hotel Grand Hyatt no Terminal 1 (imagem baixada do site www.hornbergerworstell.com)

JUDAÍSMO
Os pais de Harvey, William e Minerva Karns Milk, eram judeus nascidos na Lituânia, que imigraram aos EUA. “Harvey veio de uma pequena família judia de classe média que fundou uma sinagoga e era bem conhecida na comunidade ´litvak´ [apelido que se dá ao judeu lituano] de Nova York por seu engajamento cívico”, diz um texto do site da Fundação Harvey Milk. A entidade foi fundada pelo sobrinho de Harvey, Stuart Milk, e pela gerente de campanha à vereança, Anne Kronenberg, para transmitir o legado milkiano às novas gerações.

Para conhecer mais sobre a vida e, sobretudo, a militância política deste ativista sugiro Milk: A Voz da Igualdade (2h08, direção Gus Van Sant, 2008). Muito bom.

Cartaz do filme sobre o militante, dirigido e estrelado por Sean Penn (imagem de internet)

PRÉVIA PARA A POPULAÇÃO
O novo Terminal 1 Harvey Milk terá ainda um hotel de luxo, com 1.351 quartos, da marca Grand Hyatt; obras de arte de renomados artistas, restaurantes, bares, lojas e acesso wifi gratuito, entre outros serviços.

A administração do Aeroporto Internacional de São Francisco, em comunicado oficial, convida a população da cidade para uma prévia gratuita, onde vai poder conhecer as novas instalações do Terminal 1. Será no dia 20 de julho, das 12h às 16h.

O Terminal 1 foi construído originalmente no início da década de 1960.

0 comentário em “São Francisco (EUA) abre novo terminal Harvey Milk em julho

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: