Destinos Mundo Israel

Moldova vai transferir embaixada para Jerusalém

Depois dos Estados Unidos e da Guatemala, a República da Moldova – situada entre a Romênia e a Ucrânia, no Leste Europeu – será o terceiro país a transferir a embaixada de Tel Aviv para Jerusalém (foto acima/Claudio Schapochnik/18viagens), a capital do Estado de Israel. O anúncio foi feito nesta terça-feira (dia 11 de junho) pelo primeiro-ministro moldovo, Pavel Filip. Ao efetivar a transferência, a Moldova será o primeiro país da Europa a ter a embaixada na capital israelense.

O primeiro-ministro moldovo, Pavel Filip (foto/República da Moldova)
Bandeira da Moldova tremula em prédio público de Beltsy, no norte do país (foto Claudio Schapochnik/18viagens)

“Estamos na situação de adotar urgentemente essas decisões levando em conta a instabilidade política e a incerteza no país, mas também os últimos desenvolvimentos políticos, enquanto um dos partidos políticos que constantemente bloqueia esses dois projetos está tentando uma tomada ilegal de poder. Estes são dois compromissos que assumimos anteriormente e queremos garantir que sejam respeitados, independentemente do que acontecer após as eleições antecipadas ”, afirma Filip.

Em Nova York, nos Estados Unidos, o Congresso Mundial Judaico (WJC, na sigla em inglês) saudou a decisão da Moldova.

“O Governo da Moldova deu um passo bem-vindo em afirmar a fé no Estado de Israel e demonstrar fortes relações bilaterais em reconhecer publicamente Jerusalém como a capital legítima de Israel”, diz o CEO e vice-presidente executivo do WJC, Robert Singer.

Monumento em uma das principais avenidas de Chisinau, a capital da Moldova (foto Claudio Schapochnik/18viagens)

“Fiquei muito satisfeito ao saber desse desenvolvimento pelo embaixador da Moldova nos Estados Unidos nesta manhã, e espero que isso seja um exemplo positivo para todos os amigos de Israel. É também um gesto positivo para os muitos judeus de ascendência moldova que agora vivem em Israel, e que continuam a sentir um apego ao país que já foi seu lar, como foi para muitos membros da minha própria família. Estas são relações que se estendem além dos governos e para o domínio público e pessoal”, emenda Singer. “Estamos orgulhosos de ter a Moldova como um amigo”, finaliza ele.

0 comentário em “Moldova vai transferir embaixada para Jerusalém

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: